Viveiro florestal  

Produção de plantas

Apesar de algumas limitações materiais, técnicas e humanas, o viveiro florestal tem desenvolvido uma importante actividade de produção de plantas destinadas, fundamentalmente:
  • A plantações arborizadas da ESACB;
  • À cedência a outras instituições, particularmente escolas da região, mediante solicitação dessas entidades;
  • A permutas de plantas e/ou de propágulos com entidades esteriores de que se destacam a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e o Instituto Florestal;
  • À venda a diversas entidades públicas e privadas, a preços reduzidos de acordo com critérios baseados na necessidade de apoio e prestação de serviços à comunidade por parte desta Escola.

vasos

Apesar de realizada seguindo os critérios referidos, a comercialização de plantas pelo viveiro florestal constituiu ainda uma contribuição para as receitas próprias da ESACB. A este respeito, resta acrescentar que a produção de um número variado de espécies só tem sido possível, por um lado, devido ao empenho do pessoal adstrito ao viveiro florestal e, por outro lado, à estreita colaboração que o viveiro estabeleceu com outras instituições que têm vindo a ceder quantidades significativas de sementes e/ou propágulos de numerosas espécies. Entre estas entidades destacamos:
  • Jardim Botânico de Coimbra;
  • Jardim-Museu Agrícola Tropical;
  • Parque Natural da Serra da Estrela;
  • Parque de Seac Pai Van, Coloane, Macau;
  • Real Jardim Botânico de Madrid.
vasos